domingo, 22 de outubro de 2017

Atividades de Catequese: 30º Domingo do Tempo Comum ano A 2016/17

Não existe nada maior que o amor! Se nós existimos e estamos hoje estudando os Evangelhos, ou escutando-os nas Missas é porque Deus nos amou por primeiro (1Jo. 4,19).

E o Evangelho de hoje (Mt. 22,34-40) vem nos atestar que tudo se resume nesse mandamento que é amar ao próximo! Não podemos falar de Deus, apresentar Deus para nossos irmãos e irmãs se não sabemos e vivenciamos o verdadeiro sentido do Amor. Ou seja, se não conhecemos a Deus, que é o amor por excelência, jamais nossa evangelização produzirá os frutos necessários para a nossa salvação e para a salvação do próximo.

Por isso busquemos amar a Deus e ao próximo, da mesma forma que Jesus nos amou! Não permitamos que o pecado e as coisas ruins do mundo corrompam nosso coração e assim nos sintamos no direito de "experimentar" o nosso Deus impondo nossas condições e pensamentos. Porque o destino que nos espera se continuarmos a agir assim não é bom.

Espero que nossa atividade de catequese lhe seja útil um dia.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!


Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

domingo, 15 de outubro de 2017

Atividades de Catequese: 29º Domingo do Tempo Comum ano A 2016/17

Como o coração do ser humano é perverso, não é verdade! Ainda mais quando alguém fala publicamente algo que vai contra o que achamos correto por muitas vezes estarmos no erro e no pecado.

O Evangelho que vamos estudar hoje (Mt. 22,15-21) é um retrato dessa realidade que perdura até os dias atuais. E por Jesus sempre falar a verdade, os fariseus se irritavam muito com Ele, porque Jesus "tocava na ferida" que existia em seus corações corrompidos pelo pecado.

Jesus é bem claro ao dizer "Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus", pois devemos saber discernir entre as coisas do mundo e as coisas de Deus e não acharmos que devemos ignorar nossas obrigações aqui nessa mundo.

Espero que nossa atividade de catequese te seja útil um dia.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!


Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

domingo, 8 de outubro de 2017

Atividades de Catequese: 28º Domingo do Tempo Comum ano A 2016/17

Com o Evangelho que coneceremos hoje (Mt. 22,1-14) podemos aprender a importância que tem a escuta e a prática da Palavra de Deus na nossa vida, e principalmente, a importância de buscarmos melhorar a nossa vivência da fé, fazendo que ela se torne profunda e forte diante das tentações que o mundo nos oferece.

Foi por isso que Jesus ao final dessa parábola nos diz "Porque muitos são chamados, e poucos são os escolhidos". Ou seja, todos nós somos chamados para essa grande festa de casamento que é o encontro com Deus, mas infelizmente poucos buscam se preparar vivendo uma vida reta, uma vida voltada para Deus e para as coisas do alto.

Não podemos ser como aquele homem que entrou despreparado na festa de casamento e foi expulso! Pelo contrário, temos que ser como os homens que foram chamados nas encruzilhadas e aceitaram vestir seus "trajes de festa" e ir ao encontro do rei que preparou a festa de casamento.

Eu quero e estou me preparando, e tenho certeza que você também! Por isso espero que essas atividades lhes sejam uteis um dia.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



Essa atividade de catequese acima foi feita no último Ano Litúrgico A entre 2013 e 2014, ficando arquivada, pois na ocasião não tivemos o 28º Domingo do Tempo Comum.



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!


Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

domingo, 1 de outubro de 2017

Atividades de Catequese: Nossa Senhora Aparecida ano A 2016/17

Somos felizes porque temos uma Mãe que está no céu intercedendo dia e noite por cada um de nós! Inclusive por aqueles que não a reconhecem como mãe. E somos mais felizes ainda porque temos a Virgem Maria como padroeira de nosso país.

É tão lindo, principalmente às vésperas dos 300 anos da descoberta de sua singela imagem, termos a certeza de que Deus nos ama e quis que a Mãe do Salvador nos enviasse um sinal de sua presença para nos confortar. É lindo saber que Jesus quis que sua Mãe Santíssima viesse até nós em uma imagem que mostra a cor de nosso povo brasileiro.

Esse dia 12 de outubro tem que ser para nós cristãos católicos motivo de alegria e nos regozijarmos com o Espírito Santo que tem em sua esposa santíssima sinal de luz para nos guiar para Deus.

Caminho esse que só podemos percorrer se aprendermos a lição que a própria Virgem nos ensina ao dizer "Fazei o que ele vos disser!" e que nos é relatado no Evangelho de São João (Jo. 2,1-11).

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!


Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

Atividades de Catequese: 27º Domingo do Tempo Comum ano A 2016/17

A parábola que o Evangelho de hoje (Mt. 21,33-43) nos relata, mostra o quanto Deus nos ama. Na verdade, Jesus ao nos contar essa parábola esta nos contando a história da criação e a sua própria história.

Na parábola Jesus nos fala sobre o proprietário que plantou uma vinha e arrendou suas terras. Esse proprietário é o próprio Deus que criou tudo que existe de visível e invisível (Col. 1,16) e que deixou tudo aos cuidados de suas criaturas, ou seja, nós seres humanos prometendo que um dia voltaria para que prestássemos conta.

O evangelista São Mateus nos diz que o dono da vinha mandou seus empregados, que são os profetas, para alertar as pessoas de seus maus atos, mas eles não quiseram ouvi-los e acabaram cometendo pecados terríveis contra esses homens.

Mas Deus não desistindo de sua criação mandou Jesus para nos alertar, Jesus que na parábola é o relatado no versículo 37, mas também ao filho do dono da vinha não deram ouvidos e assim ficaram com os "frutos da colheita" para si.

Temos que ter consciência de nossos atos, pois um dia todos nós, sem exceção de ninguém, prestaremos contas de nossos atos e atitudes. E acredito que ninguém quer que Jesus faça o que foi tido no final do Evangelho: "o Reino de Deus vos será tirado e será entregue a um povo que produzirá frutos".

Eu rogo a Deus para que esse pequeno fruto do meu trabalho lhe seja útil.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!


Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

domingo, 24 de setembro de 2017

Atividades de Catequese: 26º Domingo do Tempo Comum ano A 2016/17

Sei que por muitas vezes nós ficamos sem vontade de fazer o que nos é pedido, não é verdade! Mas quantas vezes mesmo sem vontade nós vamos e cumprimos a missão que nos é dada.

No Evangelho de hoje (Mt. 21,28-32), Jesus nos apresenta dois irmãos! O primeiro que diante do pedido de seu pai negou trabalhar na vinha, mas acabou indo. E seu irmão que aceitou trabalhar na vinha, mas acabou desistindo de ir.

Nós muitas vezes agimos assim em nosso dia a dia, e também agimos assim com nosso Deus que tanto nos ama. Deus nos deu talentos para colocarmos a serviço da evangelização e do Reino do Céu; porém muitas das vezes diante desse chamado nós o negamos retrucando, mas algo maior (nosso amor por Deus) nos move fazendo com que saiamos do nosso comodismo e cumpramos a missão que nos é determinada mesmo antes da nossa existência.

Mas também acontece de que ao sermos chamados por Deus para cumprir determinada missão, nós dizemos de prontidão "Sim, senhor, eu vou!" e na primeira oportunidade que temos, nós abandonamos tudo para ficarmos seguros e confortáveis em nosso comodismo.

O ideal é que todos nós ao ouvirmos o pedido de Deus nos prontificássemos imediatamente a fazer o que Ele nos pede; mas como somos falhos e pecadores devemos nos esforçar ao máximo para sermos pelo menos como o primeiro filho que pode até ter dito não ao pedido de seu pai, mas em seguida refletiu bem e acabou indo trabalhar em sua vinha.

Espero que esse pequeno fruto do meu trabalho de evangelização um dia lhe seja útil.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!




1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!


2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

São José de Curpertino


O poder da oração levou São José de Cupertino para o convento franciscano e ao sacerdócio

O santo de hoje nasceu num estábulo, a exemplo de Jesus, em Cupertino, no reino de Nápoles, a 17 de junho de 1603. Filho de pais pobres, tornou-se um pobre que enriqueceu a Igreja com sua santidade de vida.

José quando menino era a tal ponto limitado na inteligência que pouco aprendia e apresentava dificuldades nos trabalhos manuais, porém, de maneira extraordinária progrediu no campo da oração e da caridade.

São José foi despedido de dois conventos franciscanos por não conseguir corresponder aos ofícios e serviços comuns. Ele, porém, não desistia de recomendar sua causa a Santíssima Virgem, pela qual tinha sido anteriormente curado de uma grave e misteriosa enfermidade.

O poder da oração levou São José de Cupertino para o convento franciscano e ao sacerdócio, precisando para isso que a Graça suprisse as falhas da natureza. Desde então, manifestavam-se nele, fenômenos místicos acompanhados de curas milagrosas, que o tornou conhecido e procurado em toda a região.

São José de Cupertino, enriqueceu a Igreja com sua santidade

Dentre os acontecimentos espirituais o que muito se destacou foi o êxtase, que consiste naquele estado de elevação da alma ao plano sobrenatural, onde a pessoa fica momentaneamente desapegada dos sentidos e entregue totalmente numa contemplação daquilo que é Divino.

São José era tão sensível a esta realidade espiritual, que isto acontecia durante a Santa Missa, quando rezava com os Salmos e em outros momentos escolhidos por Deus; somente num dos conventos onde viveu 17 anos, seus irmãos presenciaram cerca de 70 êxtases do santo. A fama das curas milagrosas se alastrava como uma epidemia, exaltando a imaginação popular, e obrigando o Frei José, a ser transferido de convento para convento. Mas, os fenômenos se repetiam e o povo lhe tirava todo o sossego.

Como na vida da maioria dos santos não faltaram línguas caluniosas que, interpretando mal esta popularidade atribuiu-lhe poderes demoníacos aos seus milagres e êxtases, ao ponto de denunciarem o santo Frei ao Tribunal da Inquisição de Nápoles. O processo terminou reconhecendo a inocência do religioso, impondo-lhe, porém, a reclusão obrigatória e a transferência para conventos afastados.

Depois de sofrer muito e de diversas maneiras, predisse o lugar e o tempo de sua morte, que aconteceu em 18 de setembro de 1663, contando com sessenta anos de humilde testemunho e docilidade aos Carismas do Espírito Santo.

Foi beatificado por Bento XIV em 1753 e canonizado por Clemente XIII em 1767.


São José de Cupertino, rogai por nós!


Veja também o filme clicando AQUI.