Vejam que legal!

domingo, 21 de agosto de 2016

Atividades de Catequese: 22º Domingo do Tempo Comum ano C 2015/16


Nunca um ensinamento de Jesus foi tão atual como este que podemos ler no Evangelho de hoje (Lc. 14,1.7-14)! Quantos de nós nos esforçamos para pegar os primeiros lugares; seja na missa, seja em algum grupo ou pastoral... seja na vida!

Santa Teresinha do Menino Jesus tem um pensamento que exprime perfeitamente o que Jesus quer nos dizer hoje: "Eu quero o último lugar, porque ninguém briga por ele."! E realmente, todos querem ser os primeiros em tudo, principalmente para aparecerem diante das pessoas! Mas Deus olha para aquele pequenino lá no fim da fila; aquele que ficou para trás para ajudar ao próximo chegar um pouquinho mais perto de Deus.

Aquele nosso irmão e irmã que ficou lá atrás, assim como Santa Teresinha do Menino Jesus vai ouvir dos lábios de Deus: "Amigo, vem mais para cima." (vers. 10) e estes nossos irmãos e irmãs que buscam os primeiros lugares ouvirão: "Dá o lugar a ele. Então tu ficarás envergonhado e irás ocupar o último lugar." (vers. 9).

Busquemos sempre o último lugar, e fazer a vontade de Deus, pois só assim teremos o nosso merecido lugar junto do Pai, não importando se for no primeiro ou no último lugar.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

sábado, 13 de agosto de 2016

Atividades de Catequese: Assunção de Nossa Senhora ano C 2015/16


Quanto rezamos temos ao nosso lado uma intercessora poderosa que media e facilita que nossas orações cheguem ao Pai que está no céu! Não que Deus seja incapaz de nos ouvir diretamente e nos atender, mas devido à nossa natureza pecadora, somos nós que não sabemos pedir o que precisamos.

E quando nos colocamos através de nossas orações no colo materno da Virgem Maria, ela fala por cada um de nós! Porque ela, melhor que ninguém sabe que o verdadeiro sentido do Cristão é servir! Prova disso podemos ler no Evangelho de hoje (Lc. 1,39-56), onde a Virgem Maria ao ser avisada da gravidez de sua prima Santa Isabel, que já era mulher de idade, não se fez de rogada por ser a mãe do Salvador e se pôs a caminho de Ain Karin na Judeia, cidade onde Isabel morava com seu esposo Zacarias.

Por isso, neste dia em que a Igreja Católica celebra a Solene Assunção de Nossa Senhora (dia 15 no mundo e aqui no Brasil no domingo seguinte por determinação da CNBB, já que não é mais dia Santo de Guarda) festejemos com toda a Corte Celeste que viu Jesus Cristo receber suas mãe de braços abertos lá no céu.

Espero que mais esta atividade de catequese um dia lhe seja útil.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!




1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

domingo, 7 de agosto de 2016

Atividades de Catequese: Dia dos Pais


A família é o bem mais precioso que o ser humano pode ter! É o porto seguro que todos nós temos, ou deveríamos ter, para recorrermos quando nos sentimos desamparados.

O pai é durante a nossa vida o sinal mais forte que temos de exemplo masculino a se seguir, principalmente para os meninos! Mas infelizmente sabendo da importância que o pai tem em nossas vidas, o inimigo faz de tudo para destruí-lo e assim destruir a família.

Temos que rezar muito pelos nossos mais, e pelos pais de todo o mundo, para que a exemplo de São José, eles possam ser felizes e amar suas famílias, como o próprio São José assim o fez.

Essa simples atividade de catequese sobre o dia dos pais quer nos apresentar São José, o pai adotivo de Jesus e que foi muito amado e muito amou a Jesus e a Virgem Maria, seu filho mais que amado e sua esposa amantíssima.

Espero que gostem de nossas atividades de catequese.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!




1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

Confira também as atividades de catequese para o DIA DAS MÃES, DIA DAS CRIANÇAS e DIA DOS AVÓS.

Atividades de Catequese: 20º Domingo do Tempo Comum ano C 2015/16


A princípio quando ouvimos Jesus falar neste Evangelho (Lc. 12,49-53) que inspira nossa atividade de catequese de hoje, ficamos um pouco desconcertados, porque nos da a impressão de que Jesus esta pregando uma coisa que é contrária ao que Ele próprio vem nos ensinando.

Mas na verdade o que Jesus quer dizer quando nos diz que "Vós pensais que eu vim trazer a paz sobre a terra? Pelo contrário, eu vos digo, vim trazer divisão.", é que Sua Palavra, seus ensinamentos serão sinais de contradição dentro do lar das famílias! Contradição porque nem todos em uma mesma família abraçam a fé... nem todos dentro de uma mesma família acolhem a Palavra de Deus, e esta recusa nos causa problemas, porque por muitas vezes estas pessoas se voltam contra aquele membro que escolheu por livre vontade seguir a Jesus.

Temos que rezar e rezar muito, porque estas pessoas estão sendo sinal de salvação e portal da graça para suas famílias, que a princípio podem não gostar e aceitar, mas com suas orações e jejuns espirituais podem buscar a salvação e até mesmo a conversão de seus familiares.

Espero que nossas pequenas atividades de catequese tenha te ajudado um dia e que mais esta te ajude um dia também!

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



Essa atividade de catequese acima foi feita no último Ano Litúrgico C entre 2012 e 2013, ficando arquivada, pois na ocasião não tivemos o 20º Domingo do Tempo Comum.


1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Altar Doméstico

Altar Doméstico, você tem um em sua casa?
Ter um lugar na casa reservado para oração ajuda a manter a frequência e a concentração ao falar com Deus, além de abençoar sua família, pois inspira os demais membros a ter também momentos de intimidade com Nosso Senhor. Trata-se de um pequeno ambiente com imagens, água benta, crucifixo, vela, bíblia, e o que mais fizer menção a vida espiritual.
Segundo o catecismo, há lugares favoráveis a oração, e é recomendado um recanto para essa finalidade, dentro do lar:
§2691. A igreja, casa de Deus, é o lugar próprio da oração litúrgica para a comunidade paroquial. É também o lugar privilegiado para a adoração da presença real de Cristo no Santíssimo Sacramento. A escolha dum lugar favorável não é indiferente para a verdade da oração:
– Para a oração pessoal, pode servir um «recanto de oração», com a Sagrada Escritura e ícones (imagens) para aí se estar «no segredo» diante do Pai. Numa família cristã, este gênero de pequeno oratório favorece a oração em comum;
§1656. Nos nossos dias, num mundo muitas vezes estranho e até hostil à fé, as famílias crentes são de primordial importância, como focos de fé viva e irradiante. É por isso que o II Concílio do Vaticano chama à família, segundo uma antiga expressão, «Ecclesia domestica –Igreja doméstica». É no seio da família que os pais são, «pela palavra e pelo exemplo [...], os primeiros arautos da fé para os seus filhos, ao serviço da vocação própria de cada um e muito especialmente da vocação consagrada».
§1666. O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã.
§2694. A família cristã é o primeiro lugar da educação para a oração.
§2696. Os lugares mais favoráveis para a oração são: o oratório pessoal ou familiar, os mosteiros, os santuários de peregrinação e, sobretudo, a igreja, que é o lugar próprio da oração litúrgica para a comunidade paroquial e o lugar privilegiado da adoração eucarística.