domingo, 19 de fevereiro de 2017

Atividades de Catequese: 8º Domingo do Tempo Comum ano A 2016/17

Por quantas vezes as preocupações com o nosso dia a dia, com nosso futuro, com nossos problemas e tantas outras coisas nos desviam do caminho de Deus, não é verdade!

É claro que devemos ter preocupação com o nosso futuro e nosso bem estar, afinal dependemos das coisas desse mundo para sobrevivermos, mas como Jesus mesmo vem nos ensinar no Evangelho de hoje (Mt. 6,24-34), nós devemos confiar em Deus e nos abandonar aos seus cuidados.

Existem melhores exemplos do que os lírios do campo e as aves do céu?! Deus cuida tão bem deles e provém tudo que eles precisam para suas existências! E olha que são simples criaturas criadas por Ele! Então imaginem o que Deus pode fazer por nós que somos criados à sua imagem e semelhança (Gn. 1,26).

É claro que não podemos deixar de fazer a nossa parte, ao contrário, devemos ter consciência de que devemos fazer sim a nossa parte e buscar o melhor para nós; mas confiando na providência divina, afinal "a cada dia basta seus cuidados.".

Espero que gostem de nossa atividade de catequese e um dia ela lhe seja útil.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!


Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Atividades de Catequese: Campanha da Fraternidade 2017

Mais uma Quaresma se anuncia e mais uma oportunidade para revermos nosso modo de agir e de pensar a respeito do mundo e do nosso comportamento enquanto cristãos católicos!

Todos os anos, desde a década de 60 a Igreja Católica aqui no Brasil através da CNBB(Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) nos propõe através da Campanha da Fraternidade um tema social que nos faz refletir sobre o que estamos fazendo para as futuras gerações terem um mundo melhor!... Muitos chegam a conclusão que não estão fazendo nada, mas uma quantidade ainda maior de pessoas chegam a conclusão que de que poderiam estar fazendo mais para contribuir com o plano de salvação escrito por Deus.

Nesse ano de 2017 a Campanha da Fraternidade nos trás o tema "Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida" e o lema "Cultivar e guardar a criação" que é inspirado nas palaras de Deus que encontramos no lívro de Gênesis (Gn. 2,15). É uma questão social a preservação do meio ambiente e em especial de nossos biomas que vem sofrendo a interferência da mão humana desde os tempos do descobrimento do Brasil e durante todo o período da colonização. Mas essa interferência não parou e até os dias de hoje causa danos irreversíveis para o planeta.

A primeiro momento podemos nos perguntar: "O que isso tem haver com a evangelização?", e se pararmos para pensar descobriremos que esse tema tem tudo haver com a evangelização! Pois o próprio Deus nos disse "Façamos o homem à nossa imagem e semelhança. Que ele reine sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos e sobre toda a terra, e sobre todos os répteis que se arrastem sobre a terra." (Gn. 1,26) e esse "reinar" não é no sentido de destruir, mas sim no sentido de preservar, cuidar e amar. Afinal como o próprio Apóstolo Paulo também nos diz "Pois tudo o que Deus criou é bom e nada há de reprovável, quando se usa com ação de graças." (1Tm. 4,4). E se usamos com sabedoria os recursos que Deus nos deu, com certeza não faltará para as futuras gerações. Mas infelizmente isso não vem acontecendo.

E pensando em como contribuir para um mundo melhor e fazer a minha pequena parte para conscientizar nossos catequizandos sobre a importância de se preservar os bens naturais que Deus nos deu, hoje apresento para vocês nossas "Sementes da fé!" com o tema da Campanha da Fraternidade 2017.

Mas antes, deixe-me explicar nossa dinâmica:

Esse foi composto para explicar um pouco sobre o tema e serve como ilustração para as três primeiras atividades de catequese.






Essas duas atividades seguintes foram feitas para nossos catequizandos mais pequenininhos, para que eles também possam participar da nossa CF 2017 e são independentes. ou seja, não dependem do texto que publiquei aqui.





Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!

1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

Queria te mostrar também essa atividade de catequese para colorir que você pode baixar clicando nesse link AQUI! Essa atividade foi feita pela nossa amiga Claudia (Dinha) do blog Catequese na Net! E também queria te mostrar outras atividades muito legais feitas pelo catequista Jonathan do Blog Catequese com Crianças clicando AQUI também!


Atividades de Catequese: 7º Domingo do Tempo Comum ano A 2016/17

O Evangelho que vamos estudar hoje (Mt. 5,38-48) é uma importante lição de como devemos suportar com mansidão as provações que sofremos vindas do maligno e deste mundo.

É fácil revidar o ódio e os maus tratos de nossos irmãos com o ódio e o mau trato não é verdade?! Agir como se ensina na lei de Talião "olho por olho e dente por dente"; só que dessa forma só estaremos propagando ainda mais ódio e rancor nesse mundo.

O caminho certo, porém mais difícil de se seguir, é o caminho que Jesus nos ensinou! Retribuir o mal com o bem, amar ao invés de odiar! E principalmente amar aqueles que nos odeiam suportando com mansidão o sofrimento que eles podem nos causar.

Não digo que seja uma coisa fácil de se fazer, afinal ninguém gosta de ser maltratado não é verdade! Mas digo que vale a pena, porque se conseguirmos suportar com mansidão tudo de ruim que acontece com a gente, certamente ganharemos o céu! Pois Jesus não mente e nunca deixa de cumprir o que nos promete.

Nossa atividade de hoje quer justamente ensinar essa lição para nossos catequizandos, espero que vocês gostem.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!


Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

O que é Campanha da Fraternidade?

A Campanha da Fraternidade é uma campanha realizada anualmente pela Igreja Católica Apostólica Romana no Brasil, sempre no período da Quaresma.

Seu objetivo é despertar a solidariedade dos seus fiéis e da sociedade em relação a um problema concreto que envolve a sociedade brasileira, buscando caminhos de solução. A cada ano é escolhido um tema, que define a realidade concreta a ser transformada, e um lema, que explicita em que direção se busca a transformação. A campanha é coordenada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Educar para a vida em fraternidade, com base na justiça e no amor, exigências centrais do Evangelho.

Renovar a consciência da responsabilidade de todos pela ação da Igreja Católica na evangelização e na promoção humana, tendo em vista uma sociedade justa e solidária.

O gesto concreto se expressa na coleta da solidariedade, realizada no Domingo de Ramos. É realizada em âmbito nacional, em todas as comunidades cristãs católicas e ecumênicas. A arrecadação compõe o Fundo Nacional de Solidariedade e os Fundos Diocesanos de Solidariedade; 60% dos recursos são destinados ao apoio de projetos sociais da própria comunidade diocesana. Os 40% dos recursos restantes compõem o FNS que são revertidos para o fortalecimento da solidariedade entre as diferentes regiões do país.

História

No ano de 1961, três padres responsáveis pela Caritas Brasileira idealizaram uma campanha para arrecadar fundos para as atividades assistenciais. A atividade foi chamada Campanha da Fraternidade e realizada pela primeira vez na quaresma de 1962, em Natal, no Rio Grande do Norte. No ano seguinte, dezesseis dioceses do Nordeste realizaram a campanha. Não teve êxito financeiro, mas foi o embrião de um projeto anual dos Organismos Nacionais da CNBB e das Igrejas Particulares no Brasil, realizado à luz e na perspectiva das Diretrizes Gerais da Ação Pastoral (Evangelizadora) da Igreja no País.

Em seu início, teve destacada atuação o Secretariado Nacional de Ação Social da CNBB, sob cuja dependência estava a Caritas Brasileira, que fora fundada no Brasil em 1957. Na época, o responsável pelo Secretariado de Ação Social era Dom Eugênio de Araújo Sales, e por isso, Presidente da Caritas Brasileira. O fato de ser Administrador Apostólico de Natal explica que a Campanha tenha iniciado naquela circunscrição eclesiástica e em todo o Rio Grande do Norte.

Este projeto foi lançado, em nível nacional, no dia 26 de dezembro de 1962, sob o impulso renovador do espírito do Concílio Vaticano II, e realizado pela primeira vez na quaresma de 1964. O tempo do Concílio foi fundamental para a concepção e estruturação da Campanha da Fraternidade, bem como o Plano Pastoral de Emergência e o Plano de Pastoral de Conjunto, enfim, para o desencadeamento da Pastoral Orgânica e outras iniciativas de renovação eclesial. Ao longo de quatro anos seguidos, por um período extenso em cada um, os Bispos ficaram hospedados na mesma casa, em Roma, participando das sessões do Concílio e de diversos momentos de reunião, estudo, troca de experiências. Nesse contexto, nasceu e cresceu a Campanha da Fraternidade.

Em 20 de dezembro de 1964, os Bispos aprovaram o fundamento inicial da mesma intitulado: Campanha da Fraternidade – Pontos Fundamentais apreciados pelo Episcopado em Roma. Em 1965, tanto Caritas quanto Campanha da Fraternidade, que estavam vinculadas ao Secretariado Nacional de Ação Social, foram vinculadas diretamente ao Secretariado Geral da CNBB. A CNBB passou a assumir a CF. Nesta transição, foi estabelecida a estruturação básica da CF. Em 1967, começou a ser redigido um subsídio maior que os anteriores para a organização anual da CF. Nesse mesmo ano iniciaram também os encontros nacionais das Coordenações Nacional e Regionais da CF. A partir de 1971, participam deles também a Presidência e a Comissão Episcopal de Pastoral.

Em 1970, a Campanha da Fraternidade ganhou um especial e significativo apoio: a mensagem do Papa em rádio e televisão em sua abertura, na quarta-feira de cinzas. A mensagem papal continua enriquecendo a abertura da CF.

De 1962 até hoje, a Campanha da Fraternidade é uma atividade ampla de evangelização desenvolvida num determinado tempo (quaresma), para ajudar os cristãos e as pessoas de boa vontade a viverem a fraternidade em compromissos concretos no processo de transformação da sociedade a partir de um problema específico que exige a participação de todos na sua solução.

A Campanha da Fraternidade tornou-se especial manifestação de evangelização libertadora, provocando, ao mesmo tempo, a renovação da vida da Igreja e a transformação da sociedade, a partir de problemas específicos, tratados à luz do Projeto de Deus.


1ª Fase: Em busca da Renovação Interna da Igreja

Renovação da Igreja

1964 – Igreja em Renovação – Lembre-se: Você também é Igreja
1965 – Paróquia em Renovação – Faça de sua paróquia uma comunidade de fé, culto e amor

Renovação do Cristã

1966 – Fraternidade – Somos responsáveis uns pelos outros
1967 – Co-responsabilidade – Somos todos iguais, somos todos irmãos
1968 – Doação – Crer com as mãos!
1969 – Descoberta – Para o outro, o próximo é você
1970 – Participação – Ser Cristão é Participar
1971 – Reconciliação – Reconciliar
1972 – Serviço e Vocação – Descubra a felicidade de servir

2ª Fase: A Igreja preocupa-se com a realidade social do povo, denunciando o pecado social e promovendo a justiça

1973 – Fraternidade e libertação – O egoísmo escraviza, o amor liberta
1974 – Reconstruir a casa – Onde está teu irmão?
1975 – Fraternidade é repartir – Repartir o Pão
1976 – Fraternidade e Comunidade – Caminhar juntos
1977 – Fraternidade na Família – Comece em sua casa
1978 – Fraternidade no mundo do trabalho – Trabalho e justiça para todos
1979 – Por um mundo mais humano – Preserve o que é de todos
1980 – Fraternidade no mundo das Migrações, Exigência da Eucaristia – Para onde vais?
1981 – Saúde e Fraternidade – Saúde para todos
1982 – Educação e Fraternidade – A verdade vos libertará
1983 – Fraternidade e Violência – Fraternidade sim, violência não
1984 – Fraternidade e Vida – Para que todos tenham vida

3ª Fase: A Igreja volta-se para situações existenciais do povo Brasileiro

1985 – Fraternidade e Fome – Pão para quem tem fome
1986 – Fraternidade e Terra – Terra de Deus, Terra de irmãos
1987 – Fraternidade e o Menor – Quem acolhe o menor, a mim acolhe
1988 – Fraternidade e o Negro – Ouvi o clamor deste povo!
1989 – Fraternidade e a Comunicação – Comunicação para a verdade e a paz
1990 – Fraternidade e a Mulher – Mulher e Homem: Imagem de Deus
1991 – A Fraternidade e o Mundo do Trabalho – Solidários na dignidade do Trabalho
1992 – Fraternidade e Juventude –  Juventude-caminho aberto
1993 – Fraternidade e Moradia – Onde moras?
1994 – Educação e a Família – A Família, como vai?
1995 – A Fraternidade e os Excluídos – Eras tu, Senhor?!
1996 – Fraternidade e Política –  Justiça e Paz se abraçarão
1997 – A Fraternidade e os Encarcerados – Cristo liberta de todas as prisões
1998 – Fraternidade e Educação – A Serviço da Vida e da Esperança
1999 – Fraternidade e os desempregados – Sem trabalho…Por quê?
2000 – Dignidade Humana e Paz (ecumênica) – Novo Milênio sem Exclusões
2001 – Fraternidade e as Drogas – Vida sim, Drogas não
2002 – Fraternidade e Povos Indígenas – Por uma terra sem males
2003 – Fraternidade e Pessoas Idosas – Vida, Dignidade e Esperança
2004 – Fraternidade e Água – Água, fonte de Vida
2005 – Solidariedade e Paz (ecumênica) – Felizes os que promovem a Paz
2006 – Fraternidade e Pessoas com Deficiência – Levanta-te, vem para o meio!
2007 – Fraternidade e Amazônia – Vida e Missão neste chão
2008 – Fraternidade e Defesa da Vida – Escolhe, pois, a Vida
2009 – Fraternidade e Segurança Pública – A Paz é fruto da Justiça
2010 – Economia e Vida (ecumênica) – Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro
2011 – Fraternidade e a Vida no Planeta – A criação geme em dores de parto
2012 – Fraternidade e saúde pública – Que a saúde se difunda sobre a terra!
2013 – Fraternidade e Juventude – Eis-me aqui, envia-me!
2014 – Fraternidade e Tráfico Humano – É para a liberdade que Cristo nos libertou
2015 – Fraternidade: Igreja e Sociedade – Eu vim para servir
2016 – Casa Comum, Nossa Responsabilidade – Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca
2017  – Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida – Cultivar e guardar a criação
2018 –
2019 –
2020 –

Conheça todos os cartazes da Campanha da Fraternidade clicando AQUI.


Fonte: Portal Kairós.

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Atividades de Catequese: 6º Domingo do Tempo Comum ano A 2016/17

Como é importante a nossa conduta perante Deus e perante o mundo não é verdade! O Evangelho que vamos estudar hoje (Mt. 5,20-22a.27-28.33-34a.37) nos ensina direitinho como devemos agir perante as tentações e provações desse mundo.

É muito importante que vivamos o que Jesus nos ensina e que nós abraçamos de livre vontade; porque como diz o próprio Jesus "Se a vossa justiça não for maior que a justiça dos mestres da Lei e dos farizeus, vós não entrareis no Reino de Deus.".

Ou seja, se a nossa justiça não for baseada nos ensinamentos de Deus e no amor misericordioso que Ele tem por nós, não entraremos no céu e seremos condenados ao inferno. Isso porque se nos basearmos na justiça dos poderosos desse mundo, estaremos buscando uma "justiça" que só quer a morte e a condenação do próximo; seja por qual motivo for que a pessoa estiver sendo julgada.

Porque é ou não é verdade: É mais fácil condenar do que perdoar, não é verdade?!

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!


1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

domingo, 29 de janeiro de 2017

Atividades de Catequese: Apresentação do Senhor ano A 2016/17

Contemplar a vida de Jesus é contemplar o plano de salvação escrito por Deus! E que chance maravilhosa que temos quando meditamos sobre a Apresentação de Jesus no Templo, que podemos ouvir sua narrativa no Evangelho de hoje. (Lc. 2,22-40).

É um grande mistério de amor saber que Deus quis se fazer homem e habitar entre nós. Mais edificante ainda é saber que mesmo sendo Deus, Jesus não se furtou em cumprir a Lei!... Hoje por exemplo, escutamos a narrativa de sua apresentação no Templo como era previsto na Lei.

É uma linda oportunidade para nesse dia nós ofertarmos nossas oferendas a Deus juntos com José e Maria que ouviram tantas coisas a respeito de Jesus! E ainda mais, aprendermos com a Virgem Maria a guardar e a meditar tudo que ouvimos falar a respeito de Jesus em nosso coração. O mesmo vale para tudo em nossa vida.

Espero que gostem das nossa atividade de catequese.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

Atividades de Catequese: 5º Domingo do Tempo Comum ano A 2016/17

"Vós sois o sal da terra (...) Vós sois a luz do mundo.". Com essas palavras Jesus no Evangelho que vamos estudar hoje (Mt. 5,13-16) nos fala da importância que a nossa vida tem como testemunho vivo de amor perante o mundo.

Nós que amamos a Deus e buscamos viver retamente todos os ensinamentos que Jesus Cristo nos ensinou devemos tomar cuidado com a nossa conduta diante dos demais irmãos e irmãs; pois somos reflexo, somos luz, somos tempero de Deus na vida das pessoas que vem ao nosso encontro.

É como Jesus diz em outra passagem do Evangelho: "se alguém fizer cair em pecado um destes pequenos que crêem em mim, melhor fora que lhe atassem ao pescoço a mó de um moinho e o lançassem no fundo do mar." (Mt. 18,6). E nós que assumimos uma vida de caminhada junto a Deus quando caímos devido ao pecado, e se esse pecado se torna publico, isso pode fazer com que as pessoas se afastem de Deus! Afinal os que ainda não são maduros na fé ainda buscam apoio nos seus irmãos e irmãs mais experientes e por muitas vezes não entendem que todos são passíveis de erro e pecado.

É por isso que nossa atividade de catequese quer ensinar essa linda lição de vida para nossos catequizando. Espero que gostem.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!





1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!


Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!